Post Top Ad

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Città Alta | Bérgamo

Já vos tinha contado que Bérgamo pode ser uma óptima opção de aeroporto low cost para explorar toda a região do Norte da Itália. Super bem localizado, com acesso a autoestrada, autocarros frequentes a ligar às cidades mais próximas, uma maravilha.


Na altura também disse que não deviam deixar passar a cidade em si, e que se para se movimentarem pela região, a zona nova de Bérgamo seria uma opção muito válida de alojamento, a Città Alta - a zona velha - valia a pena a visita. É o relato do passeio que fizemos por lá que vos trago hoje.
A melhor opção para chegarem até lá é o funicular. Há alguns autocarros que sobem a colina, os carros também têm acesso mas o estacionamento não é tão fácil, e a pé é sempre uma opção demasiado cansativa. Tendo em conta tudo isso, o funicular é perfeito, rápido, eficaz e não muito caro. Podem comprar os bilhetes no guichet na base do funicular ou numa série de outros pontos de venda pela cidade, nós compramos numa tabacaria/café e o preço de venda é exactamente o mesmo. 1.30 por cada viagem simples, válido não só para o funicular mas também para outros transportes público na cidade.
Em funcionamento há 130 anos, desde 1887, e desenhado por Alessandro Ferreti faz circular ao logo de todo o dia duas carruagens cor-de-laranja, queridinhas dos locais, que vos transportam através dos 85 metros de altura que separam a cidade baixa da zona histórica da cidade.
Chegados à Città Alta vão aterrar bem no centro da Piazza Mercato delle Scarpe. Aqui já começa a fervilhar o ambiente da zona, vão atravessar as primeiras esplanadas, os primeiros botecos e ficar logo com vontade de parar por aqui. 
Sugiro que resistam e comecem antes o passeio, vai saber melhor o descanso no final. Se caminharem pela esquerda depressa vão chegar à zona onde podem ver os edifícios retratados na capa deste post - da esquerda para a direita é o Pallazo della Regione, o Duomo de Bérgamo e a Basílica de Santa Maria Maior - a zona histórica é quase toda composta por ruinhas bem estreitas mas a imponência dos edifícios é enorme, difícil é arranjar ângulos para as fotografias. A panorâmica da capa não é a maior obra de arte fotográfica que já obtive, mas para terem uma ideia da densidade de construções fixes até que cumpre a sua missão.
Depois disso caminhem até à zona da Porta de S. Alessandro e da Piazza della Citadella - na outra ponta da città alta pela zona mais exterior, junto à muralha, vão ter belas vistas para a cidade baixa.
Na hora do regresso cruzem a zona central do centro histórico, aqui as ruas são exclusivamente pedonais, vai passar por imensos recantos agradáveis, por montras cheias de pizzas de abrir o apetite, esplanadas e cafés simpáticos.
A meio caminho entre a Piazza della Citadella e a Piazza Mercato delle Scarpe - onde poderão apanhar de novo o funicular - vão passar pela Piazza Vechia, vale a pena fazer uma pausa aqui também e tirar mais algumas fotografias. 
Deixem-se levar e certamente ficarão surpreendidos e encantados com esta cidade de Bérgamo.
        
14:00 / by / 0 Comments

Sem comentários:

Post Top Ad